quarta-feira, 9 de julho de 2014

CARTA ABERTA À COMUNIDADE DE DANÇA SOBRE O CURSO DE DANÇA DA UDESC


A luta pela implantação de um Curso de Dança em Joinville é algo que já vem desde as primeiras reuniões para a definição do Plano Municipal de Cultura em 2007, quando das primeiras Pré-conferência e Conferência Municipal de Cultura. Desde aquela época estamos mobilizados para este objetivo.
Ao longo do caminho, várias pessoas da dança foram se envolvendo e participando da mobilização, até chegar ao ponto de extrapolar o âmbito municipal. Juntou-se a esta luta o CEART/UDESC, cuja sede está no campus de Florianópolis. Agradecemos ao CEART que, por ser o Centro de Artes da UDESC, encampou a idéia de implantação o curso.
Em especial, gostaríamos de expressar nosso agradecimento à Professora Sandra Meyer, que materializou em forma de projeto o desejo do setor da Dança de Joinville e do estado. Este reconhecimento não vem de graça: é o fruto de seus esforços para a implantação do curso de Graduação em Dança em Santa Catarina e suas contribuições para a definição do quadro pedagógico que estão servindo de base para a definição da grade de matérias que serão ministradas.
Por isso, o nosso muito obrigado à professora Sandra.
Hoje, a ANACÃ Joinville tem a grata satisfação de compartilhar os avanços que ocorrem nas negociações para a implantação deste curso. O relato a seguir é da Professora Sandra Meyer e foi distribuído na lista de e-mail do Fórum de Dança de Santa Catarina.

Edson Gellert Schubert
Presidente da Anacã Joinville
Associação de Grupos de Dança


Carta aberta à comunidade de dança sobre o Curso de Dança da UDESC
Aos da dança:

Participei hoje, dia 7 de julho, na Reitoria da UDESC, de uma reunião com a presença do Reitor, prof. Antonio Heronaldo de Sousa; do Vice-Reitor, prof. Marcus Tomasi; do Pró-Reitor de Ensino, prof. Luciano Hack; do Pró-Reitor de Planejamento, prof. Gerson Lagemanndo; do Diretor do Centro de Ciências Tecnológicas de Joinville (CCT), prof. Leandro Svirtes e da Diretora do Centro de Artes (CEART), profa. Gabriela Mager.
Na ocasião analisamos a nova proposta enviada pelo Secretário de Estado da Educação, Sr. Eduardo Deschamps, para a implantação do Curso da superior de dança da UDESC. A proposta de aporte financeiro viria através de um fundo de apoio permanente ao ensino superior, via governo do Estado, diferente da proposta anterior, que ventilava apenas um convênio por tempo determinado.
Estamos bem perto de conseguir finalmente o repasse financeiro. Contudo, neste momento precisamos nos mobilizar no sentido de exigir que o curso seja implantado nas duas cidades, Florianópolis e Joinville, conforme acordo firmado entre o CEART e o CCT, os dois centros da UDESC parceiros no processo de implantação. Como o CCT não tem a expertise para a implantação de um curso de dança, caberia ao CEART o encaminhamento deste processo nas duas cidades. No CEART, com a consolidação definitiva da dança como área de reconhecimento,  sendo o curso vinculado ao Programa de Pós-graduação do Departamento de Artes Cênicas (PPGT), e no CCT, com o início de todo um processo de implantação.
Temos amplo apoio da Reitoria da UDESC, que compreende a necessidade da implantação nas duas cidades, reconhece o histórico de anos de luta empreendido pelo CEART, bem como pretende salvaguardar a autonomia da universidade na decisão deste pleito.
Todos sabem que o curso de Licenciatura em Dança foi originalmente elaborado para ser implantado no CEART, em Florianópolis, centro de excelência na área de artes, contudo, nos propomos a fazer esta parceria com o CCT certos da importância e da urgência também de um curso superior de dança em Joinville.
Ocorre que a Secretaria de Educação parece entender que o curso deve ser em Joinville, levando em conta critérios que extrapolam as questões pedagógicas, no sentido de atender à visibilidade política desta iniciativa. Outra questão falada é que a comunidade de dança e em geral de Joinville manifestou de forma mais visível, na mídia especialmente, o seu contentamento com a possível implantação (e com razão). Tenho ouvido de algumas pessoas ligadas ao governo e à UDESC que a comunidade de dança de Florianópolis se manifestou pouco, entendendo que a maior demanda estaria mesmo em Joinville.
Porque estou expondo estes dados? Porque na reunião de hoje foi sugerido pela direção da UDESC que a comunidade de dança de Florianópolis interessada se manifestasse mais, com mais visibilidade na imprensa e no contato com autoridades. A Reitoria da UDESC precisa também deste respaldo para poder argumentar. É preciso que o Secretário de Estado da Educação, Sr Eduardo Deschamps,  saiba desta demanda dupla!! Que na verdade é de Santa Catarina.
Vamos pensar nas estratégias? Marcar uma audiência urgente com o Secretário de Estado da Educação, Sr Eduardo Deschamps, com o Governador, enfim, ir para mídia....
Bem, de minha parte estou atenta e presente nas decisões mais internas, sempre reforçando a importância da implantação na duas cidades. E a Reitoria da UDESC não tem medido esforços para que o curso aconteça.
Este é momento dos profissionais de Florianópolis e de Joinville se unirem por uma causa maior, chamando outros profissionais de todo o Estado. Estamos de fato perto de uma decisão final. Vamos reforçar a demanda nas duas cidades?

Aguardamos manifestações e ações em prol desta luta que é da dança !!!

Seja de associações ou pessoas físicas.
Saudações,
Sandra Meyer

Presidente da Comissão de Implantação do Curso de Licenciatura em Dança da UDESC

 
Mobilização do setor da Dança de Joinville, no ano passado,,já mostrava o desejo pelo curso de graduação em Dança da UDESC na cidade

Nenhum comentário:

Postar um comentário