terça-feira, 9 de abril de 2013

Cartilha para participação nos Projetos Dança Joinville e Dança Invade










Atenção bailarinos e dançarinos de Joinville!!! 

Em 2013, as coisas começam a mudar no mundo da dança joinvilense!!! Em breve vocês verão espalhados pela cidade outdoors mostrando a nova cara do Dança Joinville, além de um novo projeto, o Dança Invade. Este ano, graças ao SIMDEC, os projetos terão subsídios, que serão repassados como fomento aos grupos de Dança da cidade. E antevendo que surgirão duvidas sobre como participar, Edson, secretário da Anacã Joinville, elaborou essa cartilha explicativa. Aqui, as principais dúvidas são elucidadas, mas se acaso novas perguntas surgirem, procure-nos, e tudo será explicado com detalhes! 
Bora dançar!!!!

Regras para participação no Dança Joinville e Dança Invade

Os associados da ANACÃ tem a oportunidade impar de divulgar seus trabalhos e ensinar seus estilos e, quem sabe, descobrir talentos e novos dançarinos para seus grupos. Podem também, através do fomento, incrementar o caixa do grupo. Desejamos que os grupos invistam este dinheiro na formação de seus dançarinos, na melhoria do seu suporte teórico e cenográfico, que possam comprar, quem sabe, um melhor equipamento de som, etc. Pensamos que estes projetos estão ai para ajudar e facilitar o trabalho dos grupos de dança associados à ANACÃ Joinville.

O questionário abaixo pretende ajuda-los a entender o que são, como funcionam e como estes projetos podem ajudar.

1. O que são estes projetos? Quais os objetivos?
Dança Joinville: é um projeto de fomento a grupos de dança que pretende executar os 4 eventos anuais  Dança Joinville, mas incrementados com 20 apresentações e 20 oficinas de dança. Estas apresentações e oficinas (ou oficinas e apresentação, tanto faz) têm por objetivo mostrar e ensinar os diferentes estilos de dança ao público alvo. De quebra visa despertar o desejo por continuar dançando. Estas circularão por 4 bairros da cidade. Como fomento, cada oficina, apresentação e grupos que submeterem coreografias ao espetáculo terão paga de caches, conforme valores e quantidades previstos no projeto.
Dança Invade: os objetivos são idênticos aos do Dança Joinville, mesmo este não tendo sido classificado como um projeto de fomento. Ambos preveem o fomento através do pagamento de caches. Por limitações de orçamento, este projeto não conta com os espetáculos no Teatro Juarez Machado. A circulação também é um pouco diferente: são 5 bairros atingidos.

2. Estes projetos são da ANACÃ?
Não. Estes projetos têm por proponentes pessoas que estão na diretoria da ANACÃ e foram pensados como forma de auxiliar os grupos filiados à ANACÃ, mas a responsabilidade financeira pela execução e prestação de contas são deles, não da ANACÃ.

3. Como será a execução destes projetos?
Pelo fato de serem projetos pensados em fomentar os associados da ANACÃ e sendo muito similares, a execução está sendo pensada como algo único. Assim temos 9 eventos de oficinas e apresentações e 4 espetáculos no TJM. Como forma de maximizar público, estamos conversando com a coordenação do projeto Dançando na Escola da Secretaria Municipal de Educação para ofertar oficinas aos professores(as) participantes do projeto e oficinas aos alunos. Todo este planejamento ainda está em fase de negociação.

4. Quais contrapartidas são oferecidas por cada projeto e em quais posso participar?
Na época da apresentação dos projetos (em 2012) e-mail foi enviado ao mailing utilizado no Dança Joinville solicitando declarações/cartas de participação nos projetos. Alguns grupos responderam e se comprometeram em realizar em toda a contrapartida. Como estas respostas não são em número suficiente para preencher todos os eventos existem ‘vagas’ de oficinas, apresentações e grupos com direito a cache no espetáculo.
Dança Joinville:
1.     De um total de 20 oficinas e apresentações, existem  8 ‘vagas’;
2.   De um total de 40 apresentações nos espetáculos, existem 28 ‘vagas’;
Dança Invade:
1.     De um total de 20 oficinas e apresentações, existem 5 ‘vagas’;

5. Quem pode participar nos projetos?
Para ambos projetos os requisitos são os mesmos, ou seja:
1.     Deve estar inscrito (ficha atualizada) como associado da ANACÃ;
2.     Deve ter quitado a anuidade de 2013 da ANACÃ;
3.   Deve preencher e entregar a ‘ficha de inscrição no evento’, com cópias dos comprovantes (1) e (2);

6. O que os projetos me oferecem?
Estes são projetos de fomento, assim, além dos certificados de atestado de participação, os grupos participantes receberão cachê.

7. Como comprovo que participei dos projetos?
Cada grupo participante deve produzir e repassar comprovação de execução das contra­partidas. Esta comprovação é feita por fotos e recibo de execução (oficinas e apresentações) assinado pela representante da escola onde seja realizada. Das oficinas incluir lista com nome dos alunos. As fotos devem registrar, no mínimo:
Oficinas:  os instrutores com os alunos e os alunos em diferentes momentos do aprendizado;
Apresentações: os apresentadores no momento da execução e fotos que registrem o público presente. Preferencialmente que permitam contagem aproximada de público;
Espetáculo: este registro será de responsabilidade do proponente (Dança Joinville).

8. Como e quando recebo estes benefícios?
Os pagamentos serão efetuados mediante entrega da NF e das fotos de comprovação de execução (caso de oficinas e apresentações). Se o grupo possui CNPJ, então a NF deve ser sua. Se não, utilizar-se de NF avulsas.

9. Como e onde consigo emitir as NFs avulsas?
NF avulsas são emitidas pela prefeitura. Basta ir ao setor de atendimento ao público e solicitar a emissão da NF. Eles cobram na emissão 5% de ISS e taxas de emissão (menos de R$ 10,00 por NF emitida).

10. Uma última dúvida: no ano passado os grupos que se apresentavam no TJM podiam vender e ficar com o valor de 10 ingressos. Isto ainda vale?
Sim e não. Se seu grupo atende aos requisitos da pergunta 5, então pode solicitar até 10 ingressos como forma de incentivo à participação. Se não atende, então não. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário